O papel da Educação Ambiental frente à crise civilizatória atual

Rossane Vinhas Bigliardi, Ricardo Gautério Cruz

Resumo


Este artigo desenvolve uma reflexão acerca da atual crise civilizatória enfrentada pela humanidade, entendendo tal crise como inerente ao modelo capitalista. Busca, para tanto, fundamentar a adoção dos pressupostos da Educação Ambiental como balizadores de uma alternativa ao modelo não-sustentável e auto-destrutivo de sociedade que se apresenta. Propõe a adoção de padrões éticos pautados pelos pressupostos da Educação Ambiental, com o nítido objetivo de favorecer a adoção de ações responsáveis e solidárias frente à sociedade e ao meio ambiente. Este ensaio fundamenta-se no entendimento de que não se pode desenvolver uma análise satisfatória a respeito do modelo de desenvolvimento humano que orienta a atitude mundial, sem incluir nessa crítica componentes econômicos, políticos, técnicos, históricos, morais, estéticos, além dos naturais. Por tal compreensão, a Educação Ambiental assume a responsabilidade de provocar reflexões sobre a gênese dos problemas ambientais, através da observação, investigação e reflexão, de modo a promover mudanças efetivas na realidade.

Palavras-chave


Crise Civilizatória; Educação Ambiental; Sociedade Capitalista; Crisis of Civilization; Capitalist Society; Environmental Education

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Ambiente & Educação, ISSN 1413-8638, E-ISSN 2238-5533, Rio Grande, Brasil.